quarta-feira, 14 de junho de 2017

Talvez

Talvez eu não seja como você me vê
Talvez a resposta esteja em quem crê
Talvez eu me vire e saia por aí sem rumo
Talvez eu esteja esperando você me pedir por mais um segundo

Talvez a estrada em frente não seja a mais segura
Ou talvez essa não seja a verdade nua e crua
Talvez estejamos vendo nossa liberdade ir embora
Ou talvez seja o medo de ir lá fora

Talvez estejamos olhando do jeito errado
Talvez tenhamos medo do passado
Talvez o que chamamos de erro não seja assim tão errado
E talvez os escondemos para não sermos condenados

Talvez a morte não seja assim tão terrível
E talvez apenas ter esse pensamento seja horrível
Talvez seja a hora de visitar o passado
Ou talvez seja a hora de deixá-lo definitivamente trancado

Talvez a vida não seja um conto de fadas
Mas talvez apenas estamos olhando para as pessoas erradas
Talvez a esperança seja a única coisa que nos resta
Ou talvez não vejamos outro rumo por ter pressa

Talvez estejamos nos deixando condenar
Ou talvez seja o simples medo de tentar
Quem sabe?
Talvez...

Samara Tavares

Nenhum comentário:

Postar um comentário